EOS

O que é EOS?

abril 28, 2018 - 8:30 am
Conheça mais sobre a plataforma EOS que promete revolucionar o mundo digital e que tem espantado investidores com sua valorização.

Plataforma ou criptomoeda?

O EOS foi anunciado em 2017 pela Block.one, empresa privada especializada em Blockchain, prometendo revolucionar a tecnologia global. Projeto open source de sistema operacional descentralizado, ele promete elevar as possibilidades de uso e também intercomunica as diversas redes Blockchain. O objetivo audacioso é sustentado pelo conceito bastante original que, caso opere dentro das expectativas, poderá sim alterar a forma como aplicativos são concebidos e geridos em todo o mundo. A ressalva é feita, pois o software EOS, apesar de já ser um negócio de bilhões de dólares, ainda não foi lançado. A estratégia da Block.one consite numa ICO, oferta inicial de criptomoeda, de 1 bilhão de tokens. Essas unidades, ou 'Tokens EOS', permitirão que servidores e desenvolvedores que a possuirem utilizem a plataforma EOS.io quando ela for lançada, em 2 de Junho de 2018, de acordo com o planejamento oficial.

EOS.io e o Ethereum

Considerado inicialmente como uma melhora do Ethereum, o EOS.io (sistema operacional) contempla as principais características da atual segunda criptomoeda mais popular do mundo. Ademais, oferece mais vantagens. Embora o conceito de plataforma descentralizada seja similar, ele vai além. Quando operacional, ele oferecerá a possibilidade de escalada tanto vertical quanto horizontal de aplicações descentralizadas. Também oferecerá em sua Blockchain smart contracts, autenticações, bancos de dados e comunicação assíncrona a uma velocidade inédita. O poder de processamento paralelo do sistema operacional EOS suportará, segundo os desenvolvedores, milhões de transações por segundo. Analogamente, o Google, possui a capacidade de 40 mil. Enquanto o Facebook, maior rede social do mundo, possui a capacidade de 52 mil transações por segundo.

Sucesso da oferta inicial

Apesar de se colocar como uma plataforma sem paralelos, a EOS está usando a rede Blockchain do Ethereum para distribuir as unidades iniciais de seus tokens ERC-20, os 'Tokens EOS'. Sua ICO abrange o período de 341 dias, contados a partir de 26 de junho de 2017. O 1 bilhão de tokens estão sendo distribuídos da seguinte forma:
  • 200.000.000 distribuídos já nos primeiros cinco dias da ICO;
  • 700.000.000 divididos em 350 períodos consecutivos de 23 horas, a partir de 1 de julho de 2017;
  • 100.000.000 foram reservados exclusivamente para a Block.one.
Além do comprometimento com inovações tecnológicas, o sistema de venda de seus tokens, que não podem ser minerados, também contribui para a expressiva valorização do EOS. Inegavelmente, o EOS é a criptomoeda que mais tem registrado altas nas casas de câmbio internacionais. A saber, a cerca de 30 dias do lançamento oficial da plataforma, os números totais do EOS são surpreendentes, com um valor de mercado superior a US$ 14 bilhões e um volume médio de negociação diário de mais de US$ 2 bilhões (abril, 2018).

A Block.one e a desconfiança

Muitos críticos do EOS.io são céticos em relação à valorização de seus tokens. Primordialmente, devido ao projeto ainda não ter sido lançado. Logo, ainda não haveria provas suficientes de que o EOS.io atende a todas as expectativas. Especula-se também a possibilidade de que sua valorização tenha origem no medo de desenvolvedores de ficarem de fora da plataforma. Vale lembrar que somente através da compra de seus tokens é que usuários poderão usufruir todos os benefícios do sistema operacional. Em contrapartida, a Block.one dispõe de uma equipe formada por profissionais com vasta experiência, renome e atuação global em Blockchain e criptomoedas.

Comentário

Notícias mais relevantes