Academy Educação Financeira

Insights sobre o dinheiro e a felicidade

julho 6, 2018 - 12:44 pm
Olá leitores da Ucoinvest Brasil, No artigo anterior, falamos sobre algumas estratégias de juntar dinheiro em família, muitas reflexões vocês fizeram, assim contribuíram com mais um passo a uma vida financeira mais tranquila e cheia de sonhos realizados. No artigo desta semana, trago insights sobre o dinheiro e a felicidade. Te pergunto, você acredita que dinheiro traz felicidade? Mas afinal, o que é ser feliz para você? Porque antes de falar da relação do dinheiro com felicidade precisamos compreender e identificar o que é felicidade para cada um, dessa forma, ao final deste artigo saberá se de acordo com seus conceitos, o dinheiro de alguma forma traz felicidade para sua vida. Assim como a tristeza, o ódio, a raiva, a felicidade é uma emoção. Para uns, mais presente nos seus dias. Para outros, em momentos raros ou quase nulos. Na realidade a felicidade é uma emoção... pois ela vai ... e volta. Todos nós em algum momento de nossa vida já escutamos, “dinheiro não traz felicidade”, outros já acreditam que não traz, mas manda buscar hehe. Mas e para você o que é felicidade? De acordo com o dicionário Felicidade pode ser definida como: estado de quem é feliz; ventura (fortuna, sorte); bem-estar, contentamento; bom resultado, bom êxit O seu conceito de felicidade se encaixou em alguma dessas que citei acima? Pois bem, se pararmos para analisar, passamos a vida na busca pela felicidade, nos inquietando, e colocando expectativas de estado de felicidade em coisas que almejamos, como exemplo, quando eu comprar a casa dos meus sonhos, serei mais feliz e por aí vai inúmeros exemplos de como esperamos sermos felizes adquirindo coisas que o dinheiro compra.

O que os pesquisadores falam sobre o dinheiro e a felicidade?

Pesquisas realizadas na University of British Columbia (UBC) e da Harvard Business School relatam que o dinheiro pode não comprar amor, mas pode comprar felicidade! Desde que você gaste-o com outra pessoa. A pesquisa foi conduzida por psicólogos da UBC que “deram uma quantia para os voluntários gastarem; sendo que metade deles foi orientada a gastar consigo mesmo e a outra a gastar com outras pessoas. Os que gastaram com outros avaliaram a si mesmos como sendo mais felizes, em média, do que os que gastaram com eles próprios”. Assim, os estudos apontaram que as pessoas que gastam muito com presentes para outros e fazem doações para caridade são mais felizes que outros. Mas quando você está feliz, gosta do seu trabalho, sabe o seu propósito de vida e estar ao lado de pessoas que ama, isto sim atrairá mais dinheiro. Pois, segundo pesquisa realizada em Harvard, descobriu-se que indivíduos que expressam sentimentos mais positivos enquanto são adolescentes e que demostram uma maior satisfação com suas vidas quando são jovens adultos tendem: “a ter salários mais altos que os mais negativos quando chegam à idade de 29 anos”. Tenho que citar que, para mim, quanto mais eu encontro momentos de felicidade, mais coisas boas parecem que, sincronicamente, chegam até mim. E o contrário é também verdadeiro. Portanto, concluímos que assim como tudo nesta vida, tão cíclica como a natureza, a felicidade é uma emoção passageira. Quando há uma consciência de paz interior, de que aquela possível emoção negativa, é assim como a emoção positiva, passageira. Esta paz e plenitude para lidar com os tombos e obstáculos da vida, não é adquirida pelo dinheiro. O dinheiro traz, sim, emoções e momentos de felicidade, não adquire, contudo, o estado de consciência de paz. O dinheiro não traz felicidade, mas a felicidade pode atrair sim dinheiro. Pense nisso! O que é mais importante para sua família agora? O que traz felicidade na sua vida? “Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário”. Augusto Cury Até a próxima.  Cris luna, ações  

Comentário

Notícias mais relevantes