Trading

Como viver de dividendos?

agosto 26, 2019 - 2:08 pm

Grandes investidores do mercado financeiro concordam que as pessoas não deveriam depender apenas de uma fonte de renda. Assim, diversificar a carteira de investimentos seria a melhor opção, até mesmo para minimizar os riscos, no quesito renda variável. Uma boa opção são os dividendos, que é o lucro que a empresa distribui aos acionistas. Atualmente muitas pessoas conseguem viver de dividendos.

Essa n√£o √© uma tarefa f√°cil, por√©m √© totalmente poss√≠vel. Em suma, o investidor compra a√ß√Ķes de uma empresa e recebe uma porcentagem dos lucros. Portanto, se voc√™ pretende compor uma carteira focada nesse ativo deve investir no longo prazo. Al√©m disso, realizar aportes com regularidade.

Riscos envolvidos

Antes de mais nada, ao ingressar na¬†Bolsa de Valores, todo o investidor deve entender os riscos envolvidos e saber dribl√°-los. De fato, para n√£o se arriscar tanto, in√ļmeros especialistas aconselham come√ßar operando no longo prazo. Entretanto, isso depende dos objetivos e prazos do investidor.

Então, para viver de dividendos é preciso montar uma carteira que remunere bem por muitos anos. Para isso, basta estudar as empresas listadas na Bolsa e assim selecionar aquelas com melhor potencial. Neste aspecto, é muito importante usar a análise fundamentalista.

Como escolher a empresa ideal?

Quando o assunto √© dividendo, √© fundamental que a empresa seja lucrativa a longo prazo. Portanto, empresas que operam no negativo, n√£o t√™m nada para dividir com os investidores. Embora, as empresas listadas na Bolsa tenham o dever de distribuir no m√≠nimo 25% do lucro no per√≠odo, h√° exce√ß√Ķes para aquelas que d√£o preju√≠zo. Mas, realizando a justificativa de tal a√ß√£o, podem permanecer at√© tr√™s anos sem pagar dividendos.

Atenção ao payout

Payout é a porcentagem de lucros que empresa distribui. Geralmente, empresas consolidadas no mercado há vários anos tem um payout alto. Isso porque não tem a necessidade de realizar um alto investimento para se desenvolver mais rápido. Por outro lado, empresas menores precisam reinvestir grande parte dos lucros para atingir um bom crescimento ao longo do tempo.

Portanto, se voc√™ tem a inten√ß√£o de viver de dividendos √© fundamental conferir o valor de mercado e o patrim√īnio l√≠quido da empresa, e assim estabelecer uma compara√ß√£o com outras organiza√ß√Ķes. Atualmente, √© poss√≠vel encontrar empresas que pagam mais de 7% ao ano.¬†

√Č poss√≠vel viver de dividendos?

Sim! Para isso, é preciso aplicar a quantia certa de dinheiro. Além disso, realizar um planejamento financeiro para manter o investimento. Portanto, você terá que economizar, sem perder seu poder aquisitivo.  Assim, acumulará capital suficiente. Logo, tudo é uma questão de planejamento, tempo e paciência.

Por exemplo, se a sua renda mensal √© de R$ 5.000 e voc√™ investe R$ 500 por m√™s, dentro de 40 anos acumular√° R$ 1 milh√£o, com taxa de juros fixa em 0,49%.¬†No entanto, √© preciso considerar as oscila√ß√Ķes do mercado para mais e para menos. Agora, se voc√™ quiser atingir esse montante citado em 20 ou 30 anos, o ideal √© aumentar a quantidade de dinheiro investido.

Tipos de proventos

Dividendos: o conselho de administra√ß√£o da empresa define o per√≠odo de pagamento. No momento certo, o investidor pode reinvestir em mais a√ß√Ķes ou sacar.¬†

Bonifica√ß√£o: esse tipo de provento consiste em dar um tipo de b√īnus aos acionistas com a√ß√Ķes adicionais.

Dividendo especial extraordinário: Esse dividendo é pago quando a empresa tem ganhos inesperados.

Direitos de subscri√ß√£o: √© oferecido ao acionista o direto de comprar a√ß√Ķes emitidas pela empresa antes de chegarem ao mercado. Assim ele poder√° manter sua parcela societ√°ria no neg√≥cio.

Juros sobre capital próprio: a diferença desse para os proventos comuns está na contabilidade da empresa.

Riscos de viver de dividendos

Da mesma forma que outros investimentos, o risco de desvalorização é real. Isso porque você pode se tornar acionista de uma empresa que eventualmente passará por uma crise séria. Assim, em alguns anos, você pode ver seu dinheiro desvalorizar.

Portanto, para minimizar os riscos, o melhor a fazer para se proteger é diversificar os investimentos. Outra medida de proteção é por meio de um fundo de emergência, ou seja, um montante reservado para eventualidades.

Como investir em dividendos

1 ‚Äď Abra uma conta numa corretora de valores confi√°vel.

2 ‚Äď Transfira dinheiro da sua conta banc√°ria para a conta da corretora.

3 - Procure aprender a realizar opera√ß√Ķes na Bolsa, bem como usar o Home Broker.

4 ‚Äď Escolha as empresas que s√£o boas pagadoras de dividendos.

5 ‚Äď Para acelerar os ganhos, reinvista os dividendos.

6 ‚Äď Acompanhe seus investimentos.

Artigo em parceria com¬†Mejia Investments¬†‚Äď Transformando pessoas comuns em Traders de Sucesso. Confira os¬†cursos exclusivos de Trading na Bolsa¬†da Mejia, aprenda tudo sobre Mercado Financeiro e como operar trading na pr√°tica.

Coment√°rio

Notícias mais relevantes