Mineração

Mineração: O que é PoW e PoS?

agosto 21, 2018 - 2:40 pm
Seguindo o mundo da criptografia, provavelmente você já ouviu falar sobre mineração, em particular sobre os sistemas PoW e PoS. Neste artigo vamos analisar esses dois conceitos para entender suas diferenças, prós e contras. O que é PoW? Vamos usar o Bitcoin como exemplo, embora tudo que será abordado aqui seja válido para qualquer outra moeda digital extraída por meio de um protocolo PoW (Proof-of-Work). Em suma, o processo de mineração é usado para confirmar transações de criptomoedas escritas na Blockchain. Para garantir que os registros são verdadeiros, é preciso usar um sistema descentralizado que confirme que certa transação ocorreu em um horário específico. Assim, o PoW atua, sendo um protocolo projetado principalmente para prevenir e deter ataques cibernéticos na rede, e também permitir um consenso distribuído de transações “sem confiança”. Ter um consenso distribuído significa que você não precisa da confiança e do envolvimento de terceiros para enviar ou receber dinheiro online. De modo que você só precisa verificar se a transação foi bem sucedida, certificando-se que está escrita na Blockchain. Especificamente, o PoW é necessário para resolver problemas matemáticos difíceis, um processo chamado mineração, que é usado para escrever um novo grupo de transações na Blockchain. Entenda o que ocorre quando uma transação de Bitcoin é realizada: - Todas as transações não verificadas são colocadas juntas no chamado “bloco”;  - Os mineiros verificam se essas transações são legítimas: para isso, precisam resolver um problema matemático complexo;  - O primeiro minerador que resolver o problema de um “bloco” é recompensado com a emissão de Bitcoins;  - Finalmente, as transações são escritas na Blockchain. Encontrar uma solução é basicamente um jogo, quem resolver primeiro obtém a recompensa e verifica se a solução está correta. Logo, os mineiros não conseguem enganar o sistema porque empregam recursos reais para processar essas soluções. Portanto, para minerar, é necessário empregar uma grande quantidade de energia elétrica e maquinário específico para encontrar várias soluções possíveis. Esse é um problema para quem pretende se tornar um minerador, mas não tem recursos financeiros. De fato, é necessário uma quantidade considerável de poder de computação, mais do que uma pessoa comum pode pagar. Isso significa que a comunidade de mineradores está se tornando cada vez menor e mais restrita.  O que é PoS? O PoS (Proof-of-Stake) também é um sistema para validar transações. Em síntese, o seu objetivo é o mesmo que o PoW, porém o resultado é obtido de maneira diferente. O usuário em vez de utilizar poder computacional para fazer valer as transações, deve provar que detém certa quantidade de criptomoedas. Portanto, quanto mais moedas a pessoa possuir, mais chances tem de vencer o sorteio. Assim poderá minerar o próximo bloco, recebendo a gratificação correspondente. O mineiro é escolhido pelo algoritmo com base na quantidade de moedas que ele possui. Bem como o tempo que as possui, além de outros fatores.

Mineração PoW e PoS: Qual a melhor opção?

A princípio, o sistema PoS seria mais rápido e eficiente que o PoW, já que tecnicamente qualquer pessoa poderia se tornar um minerador. Isso porque oferece uma escala linear relativa à porcentagem de blocos que um minerador poderia confirmar, sendo baseado na cota de criptomoeda de propriedade. A mineração PoS é mais acessível porque não requer a compra de equipamentos. Bem como não exige um alto consumo de energia elétrica. O usuário deve apenas adquirir uma quantidade específica de criptomoeda para ter acesso a mineração.

Comentário

Notícias mais relevantes