Noticias

-US$ 200 bilhões: mercado cripto enfrenta a pior queda do ano

agosto 14, 2018 - 1:38 pm
O mercado cripto deu mais uma forte recuada nestas últimas horas. O atual cenário das criptomoedas está totalmente vermelho. Dessa vez, configura no pior índice do ano. Pela primeira vez, em 2018, o mercado das criptomoedas está com capitalização abaixo dos 200 bilhões de dólares. Segundo o Coinmarketcap, o montante do mercado está em pouco mais de US$ 192 bi. Valor que corresponde uma baixa de US$ 14 bilhões em menos de 24 horas. Em comparativo, desde o dia 02 de novembro de 2014 a capitalização não atingia esse patamar. Na ocasião, o valor apresentado atingiu pouco mais de US$189 bilhões. Em contrapartida, em 05 de janeiro desse ano, o mercado cripto atingiu sua melhor valorização já apresentada, com a expressiva marca de US$ 768 bilhões.  Entre os motivos que têm contribuído para essa atual baixa, estão os desenrolamentos da SEC - Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos quanto aos fundos negociados em bolsa de bitcoin (ETF) Dessa vez, a entidade resolveu adiar para 30 de setembro sua decisão  do ETF apresentado pela VanEck e Solid X. Se aprovado, a VanEck e Solid X ETF seriam as primeiras companhias a rastrear os ativos do Bitcoin. No pacote negativo, soma-se também a rejeição que a SEC fez recentemente à proposta de ETF dos gêmeos Winklevoss. A reguladora rejeitou a segunda tentativa de listar ações de um ETF bitcoin, que teria sido baseado em commodities, apresentada pelos irmãos.  Um ação atrás da outra ocasionou o receio dos investidores, e consequentemente, a fraca movimentação no mercado cripto, e ao mesmo tempo, sua forte queda.

Quedas das principais moedas do mercado cripto

Nessa segunda, as moedas já iniciaram o dia com baixa. Mas o pior ainda viria, pelo final da noite e se estenderia para essa terça-feira. Contudo, dessa vez, com números estão bem mais alarmantes. O bitcoin voltou a atingir a marca de US$5900, nessa madrugada. Inclusive, o Bitcoin não recuava assim desde o último dia 18 de junho, quando cotou US$5785. Por agora, ele está na tímida marca de US$6155. Bem mais preocupante é a Ethereum, que chegou a ficar na margem de US$257. Agora está um pouco a mais que US$268.  Ela opera com baixa de -16,33% nas últimas 24 horas. Entretanto, observando que só na última terça-feira a cotação da cripto estava em US$410, vemos que o impacto do prejuízo. O Ripple segue o mesmo caminho. Na última terça estava cotado a US$0,41. Ao longo da semana veio acumulando baixas, nessa madrugada amargou também uma forte baixa, com preço negociado a US$0,26, preço mantido até agora. Enquanto a sua queda corresponde a -12,98%. A quarta moeda mais negociada, o Bitcoin Cash segue os mesmos passos, com queda de -14,06 e preço atual de US$501,08. O impacto é observado quando comparamos que na terça-passada a moeda operou em pouco mais de US$710.00 Esses números foram apurados às 10:36, no Coinmarketcap, que mostra que, de modo geral, todo o mercado cripto segue operando no vermelho, nesse momento.

Bitcoin continua ampliando dominância 

Mesmo com todo o cenário negativo, o Bitcoin segue ampliando seu domínio no mercado cripto. Como anunciamos, no último sábado (11/08), o BTC atingiu pela primeira vez, em 2018, a marca de 50% de dominância. Entretanto, esse número já foi ampliado.  Hoje o Bitcoin tem share de 54,1% do mercado. Aliás, cabe lembrar que ao todo, são 1833 criptomoedas. Entretanto, em meio às indecisões do mercado, nota-se que cada vez mais os investidores estão optando pelo Bitcoin, do que apostar em outras altcoins.  Redação

Comentário

Notícias mais relevantes