Noticias

O que é Tether? A moeda considerada estável

junho 21, 2018 - 3:22 pm
Quantas vezes você já ouviu falar na criptomoeda Tether associada ao dólar, mas não entendeu bem como ela funciona? Tether (USDT) é uma moeda digital baseada no valor do dólar americano. De acordo com seus idealizadores, a ideia foi criar uma criptomoeda estável que pudesse ser usada como dólares digitais. Moedas que servem a este propósito são chamadas de “moedas estáveis”. A Tether é a moeda estável mais popular do mundo e atua como uma substituta do dólar em muitas bolsas de valores. Segundo a equipe de criação da moeda, a USDT é convertida em dinheiro para ancorar ou “amarrar” o valor da moeda ao preço de moedas nacionais como o dólar americano, o euro e o iene. Assim, como outras criptos, usa blockchain. A Tether é apoiada por dólares mantidos em reserva numa proporção de 1:1. Isso significa que o USDT negocia US $ 1 em todas as trocas e pode ser usado no lugar de um dólar. No entanto, na prática, o preço tende a flutuar um pouco. A USDT é usada principalmente para oferecer liquidez às bolsas que não podem negociar em dólares, devido a instabilidade do espaço criptográfico. Muitas bolsas oferecem USDT como um par de negociação. Isso é muito útil especialmente quando o preço do Bitcoin se mantém volátil. No entanto, essa moeda apresenta alguns problemas.

Tether: As desconfianças do mercado

A realidade é que existem algumas considerações e preocupações reais com o USDT que qualquer usuário deve pelo menos estar ciente. Existe a preocupação de que se tornar fiduciário para o USDT possa não funcionar como deveria em algum momento.  Existe a preocupação de que a economia criptográfica esteja agora “presa” a um substituto do dólar, um tanto centralizado. Do mesmo modo, há receio com o fato de que algumas das mesmas pessoas que administram o Bitfinex também executam o Tether. O Bitfinex é uma bolsa líder que permite a negociação de margem usando o USDT como garantia e que coloca muito poder nas mãos de poucos. Simultaneamente, há uma apreensão de que o Tether nem sempre seja apoiado pela proporção 1:1, como prometidoo. Em vez disso, talvez haja algum empréstimo de reserva fracionária ocorrendo.  Em suma, com a natureza centralizada do Tether cogita-se a necessidade de haver uma maneira de verificar completamente o sistema que o USDT mostra através de sua documentação, blockchain público e auditorias. Assim, tem gerado controvérsias, vincular o espaço criptográfico a um substituto do dólar, controlado por um intermediário central. Logo, isso soaria irônico, porque esse problema de confiança e centralização é o que a criptografia tenta evitar. A Tether, apesar de usar a tecnologia blockchain, não é um contrato inteligente distribuído e descentralizado. Eles são uma empresa dirigida por humanos potencialmente falíveis (que estão nos pedindo para confiar neles).  Em conclusão, preocupações e considerações de lado, a realidade é: Tether tem funcionado muito bem até agora. Além disso, no início de 2018 ganhou posição como uma das vinte melhores moedas por capitalização de mercado.

Comentário

Notícias mais relevantes