Trading

O que são índices?

abril 23, 2019 - 1:24 pm

Os índices são uma parte extremamente importante dos mercados financeiros. Assim, índices como o Ibovespa no Brasil e NASDAQ nos Estados Unidos estão entre os maiores nomes do mundo financeiro. 

O que é um índice?

Um índice é uma medida do desempenho de preço de um grupo de ações de determinada bolsa. O Ibovespa, por exemplo, representa as maiores ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Logo, se essas ações aumentam de preço, o Ibovespa sobe. 

Por outro lado, se essas ações diminuem de preço, ele cai. Os índices são essencialmente ações individuais frequentemente classificadas por instituições independentes como grandes bancos ou empresas especializadas.

Como os índices são calculados?

Os índices são normalmente calculados de duas maneiras. A maioria é ponderada por capitalização. Isso significa que uma empresa com um maior valor de mercado impacta no preço de seu índice.

No entanto, alguns índices importantes como o Dow Jones (EUA), são ponderados pelo preço, o que significa que uma empresa com um preço de ação maior afeta mais o preço do índice. 

Em um índice ponderado de preço, por exemplo, uma empresa com um preço de ação de US $ 100 terá dez vezes mais influência do que uma empresa com um preço de ação de US $ 10.

Principais índices da bolsa de valores brasileira

Ibovespa (IBOV) – No Brasil, esse é o principal índice do mercado de ações. Assim, mede o desempenho de 80% das negociações diárias.

SmallCap (SMLL) – Esse mede a atividade das empresas de valor mais baixo listadas na Bovespa.

Brasil 50 (IbrX-50) – O IBrX 50 mede o desempenho das 50 ações mais negociadas na Bovespa.

Fundos de investimentos imobiliários (Ifix) – O Ifix oferece aos investidores uma medida mais precisa do andamento da rentabilidade dos fundos imobiliários mais negociados na bolsa.

Índice de dividendos (IDIV) – O IDIV tem o propósito de indicar o desempenho das ações de empresas de maior destaque em relação ao pagamento de seus acionistas, por meio de dividendos e juros sobre capital próprio.

Como negociar

Antes de mais nada, é preciso analisar se as partes que integram o índice compõem um ou diversos setores de mercado. Dessa forma, o investidor poderá concentrar-se no movimento de um setor específico que provavelmente atingirá o valor do índice.

Em seguida, analise a relação entre índices e moedas. Por exemplo: quando aumenta a demanda do dólar norte-americano, o valor dos índices aumenta. Verifique se há correlação entre as commodities e o índice doméstico de um país. É fundamental também observar com frequência as alterações nas listas de índices.

Os movimentos dos preços dos índices e a volatilidade são afetados por fatores como eventos políticos. Além disso, outras questões que impactam as empresas em um setor específico, bem como dados econômicos como números de emprego e grandes mudanças nos mercados de moedas.

Prós e contras os índices

Os índices de ações fornecem uma maneira fácil de rastrear a situação geral da economia. Além disso, os dados históricos dos movimentos e preços do índice podem fornecer alguma orientação aos investidores sobre como os mercados reagiram a determinadas situações no passado. Isso pode permitir que os investidores tomem decisões melhores.

A principal vantagem é que, uma vez que eles simplesmente rastreiam índices de ações, eles são administrados passivamente. As taxas desses fundos de índice são baixas porque não há gerenciamento ativo. Isso pode poupar muito dinheiro dos investidores, já que menos de seus ganhos em investimentos vão para comissões e despesas.

Porém, existem problemas na forma como os índices são calculados, o que pode levar a desvantagens. As ações com preços mais altos têm um impacto maior nos movimentos do índice em comparação as ações com preços mais baixos. Além disso, o índice não fornece exposição suficiente para empresas de menor capitalização.

Há também desvantagens em usar fundos de índice para investimentos. Isso porque há falta de flexibilidade em um fundo de índice. No entanto, um bom gestor ativo pode ser capaz de limitar o impacto da volatilidade, protegendo a carteira ou movendo posições. 

Comentário

Notícias mais relevantes