Criptoeconomia

Os movimento das marés e o mercado de criptomoedas

dezembro 21, 2018 - 9:39 am
Em um de nossos artigos anteriores falamos sobre uma comparação do mercado de criptomoedas com as ondas do mar. E analisamos também como um bodyboarder precisa saber dropar essas ondas. Ainda fazendo uma analogia com os mares, nós temos outro movimento que é de suma importância para que todo trader/pessoa curiosa que queira operar nesse mercado observe, para poder sobreviver e não ser levado à bancarrota. As marés são movimentos oceânicos que ocorrem periodicamente. Como se sabe, são caracterizados pela subida e descida no nível de água. Esse fenômeno ocorre em virtude da atração gravitacional exercida pela Lua e pelo Sol sobre o mar. No mercado de criptomoedas essas marés são caracterizadas basicamente pelos fundos e topos de uma operação. Seja ela day, long, short nos mais variados tempos e moedas. E esse sem dúvida é um dos momentos nos quais os traders, iniciantes ou não, muitas vezes pecam em um fundamento muito básico chamado: saber a hora de parar.  

Mercado de criptomoedas: Qual o momento certo de entrar e sair?

Um dos grandes problemas em quem está iniciando nesse mundo, ou até para os mais experientes, não é o portfólio, nem a moeda, nem o mercado e muito menos o preço do Bitcoin. O grande problema para os que operam, na maioria das vezes é controlar as emoções, saber dosar a parte psicológica. Saber ‘quando entrar’ e ‘quando sair’ de uma operação são decisões importantíssimas para evitar por exemplo, uma reversão acentuada de mercado. Aliás, que em criptomoedas sabemos, pode ocorrer a qualquer hora do dia. Assim como da noite ou na madrugada acirrada quando o mercado asiático está a todo vapor. O prazer de dropar a onda do fundo ao topo no trade [acertar isso é difícil] é uma sensação ao mesmo tempo prazerosa e perigosa. Alguns iniciantes são tomados por uma força de [falso] poder e instintivamente tem o sentimento de que ‘o mercado está bom hoje então vou arriscar mais uma operação’. Os riscos fazem parte desse mercado intenso no mundo das criptomoedas. Mas, é como costumamos dizer por aqui que ‘lucro bom é lucro no bolso’. Fez o lucro? Segura a emoção de querer reentrar. Se o fizer cuide dos stops para proteger o lucro obtido e não ser surpreendido por uma avalanche mortal. Pois essa pode te deixar preso em uma operação por dias, semanas e por que não, anos?! Bons trades. Bons lucros!

Comentário

Notícias mais relevantes